Políticas de privacidade e de cookies

Blog

Antimicrobianos no Mercado Pet: inovação que gera competitividade

Nos Estados Unidos, 63.2% dos donos de animais de estimação (pets) os consideram parte de sua família (AVMA, 2012).

E aqui no Brasil não é diferente! O país é referência no mercado de produtos pet. Prova de que seus donos os estão mimando mais que nunca.

E com razão: ter um pet está comprovadamente ligado à felicidade. Por isso, a cada dia surgem novas maneiras de mimar os bichinhos de estimação. Hoje, estão no mercado produtos com funcionalidades diferenciadas. E essas novas funções aparecem para proporcionar maior conforto e bem-estar para a família inteira. O uso da tecnologia antimicrobiana, a liberação de odores e o uso de materiais diversificados são alguns exemplos.

Antimicrobianos no Mercado Pet: tecnologia como auxílio na promoção de saúde e bem estar

Aqueles que convivem com animais de estimação sabem que estes necessitam de um espaço para se exercitarem e fazerem suas necessidades. Por isso, o acesso a um jardim ou quintal e a passeios regulares é imprescindível. Nesses trajetos, no entanto, eles são o veículo perfeito para seres microscópicos do ambientes externo, que podem causar doenças e mal estar.

Esses microrganismos também causam manchas nas mais diversas superfícies e odores bastante indesejáveis – por meio do desenvolvimento de fungos e bolores. E lavar a superfície em questão é, muitas vezes, ineficiente. Ou seja: nossa interação cada vez maior com os pets e com os produtos por eles usados aumenta nossa chance de contaminação e a deles também.

Crianças podem estar mais sujeitas ainda a essa exposição por terem seu sistema imunológico mais frágil. Por isso, a utilização da tecnologia antimicrobiana protege a saúde do animal ao impedir o contato dele com microrganismos potencialmente perigosos.

Além da biossegurança, o objetivo dessa tecnologia é promover ambientes de bem-estar aos animais de estimação. Brinquedos com cheiros diferentes, como cheiro de carne ou tutti-frutti, já estão disponíveis e fazem a diferença para eles. Existem também aromas que afastam os insetos que podem tratar produtos específicos direcionados aos pets, proporcionando um ambiente mais seguro a eles.

Competitividade de mercado: inovar para crescer

A indústria pet brasileira foi responsável por um faturamento de mais de R$ 18 bilhões em 2015, crescimento de 7,6% sobre 2014 e terceiro lugar absoluto no mercado mundial, atrás apenas dos Estados Unidos e Reino Unido. Vemos como consequência também um grande crescimento até na exportação dos produtos pet. E movimentação girou em torno de US$ FOB 351, 4 milhões em 2015, contra cerca de US$ FOB 6 milhões de importações no ano anterior. Com esse salto em nossa indústria pet, vemos que para sermos mais competitivos é necessidade inovação nos produtos usando funcionalidades diferenciadas, como a antimicrobiana, de aroma ou repelente a mosquitos.

Têxteis como roupas para pets, travesseiros e camas, além de peças de plástico como comedouros, bebedouros e brinquedinhos podem ser aditivados com produtos TNS para garantir a proteção antimicrobiana e os cheirinhos que seu pet merece. Viu só como a presença dos antimicrobianos no Mercado Pet é fundamental?

Quer saber como incorporar esses produtos na sua indústria? Entre em contato com nossa equipe e poderemos lhe ajudar!

Leia também: Uso da nanotecnologia no mercado Veterinário e PET!

Artigo redigido por Geórgia Aimée Bruel Müller

antimicrobiano pet