Políticas de privacidade e de cookies

Blog

As oportunidades do ano! Parte 1 – Citronela

A história da humanidade é permeada de grandes preocupações com relação a doenças e epidemias. Olhando para trás e ao nosso redor, fica difícil definir o que é pior entre o efeito aterrorizante que uma doença em escala pandêmica pode causar, ou o sofrimento das vítimas a quem atinge. Muito já foi feito (e ainda se faz) para controlar epidemias – alguns exemplos podem vir à mente como a malária, o vírus H1N1, e a gripe suína. Porém, ainda há muito a se fazer.

Hoje, uma das grandes preocupações na saúde pública é a transmissão de doenças por vetores aéreos, como mosquitos. No Brasil, apesar da longa extensão territorial, o clima tropical é propício para o desenvolvimento desses vetores, e todos sabem a política ostensiva que se tem adotado ao combate de mosquitos transmissores de doenças como a dengue, chikungunya, vírus da zika e até mesmo a febre amarela – uma vez já erradicada do país.

Além das medidas de controle do vetor, a população tem buscado mais armas para essa guerra

Toda ferramenta para o combate contra o mosquito é bem-vinda. E é aí que a TNS, em parceria com diversos setores industriais, tem atuado. Através da cooperação, a empresa vem aplicando repelentes de mosquitos nanoencapsulados em diversos materiais, conferindo-os essa propriedade para ampliar a segurança dos consumidores em itens que fazem parte do seu dia-a-dia. Também quer fazer parte desse processo? Então veja como!

O segredo do repelente TNS é, claro, a nanotecnologia. Encapsulando em escala nanométrica esses agentes repelentes naturais – como o óleo de citronela – e transformando-o num produto mais estável e de grande durabilidade, sua aplicação é possível em diversas matrizes. Basta uma pequena dose do composto para gerar uma longa durabilidade de repelência. As aplicações industriais são variadas, passando pelas indústrias de polímeros, têxteis, tintas e vernizes, entre outras.

O bem-estar oriundo dos segredos da natureza

Sobre a origem do princípio ativo em si, a citronela (Cymbopogon winterianus) é uma planta da família Poaceae, cultivada em regiões tropicais e subtropicais da América, África e Ásia. O óleo (chamado de “óleo essencial”) extraído de suas folhas contém citronelal, geraniol, citronelol e limoneno, além de outros componentes, os quais são responsáveis pela ação repelente de mosquitos. Atualmente, dos produtos elaborados com repelentes naturais, aqueles com óleo essencial de citronela são os mais utilizados – seja para aplicações em cosméticos, seja industrialmente falando. Os ativos possuem efeito repelente contra mosquitos como Aedes aegypti, Anopheles e Culex.

Aliar um repelente natural amplamente utilizado ao tratamento com tecnologia de ponta é a chave

A nanoencapsulação de óleos essenciais aumenta a estabilidade dos compostos ativos, diminuindo a volatilidade (se comparada ao óleo puro) e prolongando o efeito desejado. Esse processo de transformação do produto a nanoforma também garante maior resistência térmica, possibilitando o processamento desses aditivos em indústrias como a de polímeros.

Além disso, o uso de nanocarreadores aumenta a solubilidade aquosa, permitindo a fácil dispersão do óleo em água – como em tintas à base de água. Um ambiente pintado com essa tinta, por exemplo, reduz consideravelmente a área para pouso do mosquito dentro de uma casa, forçando-o a ir embora. Em aplicações têxteis, por sua vez, devido ao reduzido tamanho de partícula, os nanocarreadores conseguem facilmente penetrar nos espaços existentes entre as fibras e se fixar no tecido.

O aditivo TNS foi desenvolvido para aplicações industriais em larga escala, e otimizado para que tivesse a melhor performance quando o assunto é repelência contra mosquitos. Entre em contato com nossa equipe de engenharia para trazer essa solução para o seu portfólio.

Artigo escrito por Vendelino Oenning Neto

citronela