Políticas de privacidade e de cookies

Blog

Nanopartículas de Ouro: funcionalidade e luxo para cosméticos

As nanopartículas de ouro têm sido amplamente estudadas devido aos seus inúmeros benefícios.

Sua incorporação em formulações de produtos para personal care não impactam a estabilidade dos produtos e ainda prolongam a vida útil dos mesmos devido suas propriedades antioxidantes e antibacterianas.

Em cosméticos está sendo cada vez mais reconhecida por trazer sofisticação e tecnologia.

Além disso, as nanopartículas de ouro têm ação rejuvenescedora comprovada por inúmeras literaturas, auxiliando no tratamento de rugas e linhas de expressão, ou seja, tendência!

Leia mais em: Nanotecnologia em cosméticos: Proteção antimicrobiana em produtos de beleza

Mercados e tendências

Mesmo durante a pandemia, a categoria de cuidados com a pele prosperou e trouxe novos hábitos de consumo.

Segundo a ABIHPEC, apesar da pandemia, o setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos se viu diante de um importante crescimento no primeiro quadrimestre de 2021.

Foi registrado uma alta de 5,7% em vendas ex-factory em relação ao mesmo período do ano anterior.De acordo com relatórios de tendências da WGSN, o futuro dos cuidados com a pele será pautado no estilo de vida. Com destaque para formulações otimizadas e soluções personalizadas, que será cada vez mais exigido pelo consumidor.

As marcas devem atentar-se às diferentes necessidades de cuidados com a pele, valorizando a diversidade de cada indivíduo.

O mercado global de skincare foi avaliado em US $ 140,92 bilhões em 2020, com grande crescimento previsto até 2026, dados da Global Newswire.

Nanopartículas de ouro_TNS

A conscientização sobre a origem dos ingredientes, processos, embalagens e personalização serão fatores relevantes e decisores de compra.

Por outro lado, as tecnologias em cosméticos também serão destaques.

Consumidores buscarão por produtos que atuam em nível celular, mais profundo, com eficácia comprovada e rápidos resultados.

Baixe nosso e-book: Nanotecnologia em cosméticos

Por que ouro?

O ouro em sua macro escala é um metal de coloração dourada, de aspecto brilhante, resistente à corrosão, dúctil e maleável.

Sua beleza rara fez desse elemento um metal ilustre e requisitado desde povos mais antigos.

Ao longo da história, os metais foram usados como matéria-prima para a produção de moedas, talheres e outros itens decorativos.

Há registros que jé em 4.000 a.C. os egípcios já faziam uso de nanopartículas de ouro em suspensões para produção do “elixir da longa vida”, um tipo de bebida.

Segundo os estudos da época, o ouro era considerado capaz de estimular a mente e restaurar a juventude.

Na tabela periódica é o elemento 79, ocupando uma posição notável na história da ciência e da tecnologia.

Por exemplo, nos estudos de Michael Faraday com ouro coloidal e Ernest Rutherford, conhecido pela estrutura básica do átomo.

Além disso, as nanopartículas de ouro também têm sido utilizadas na medicina como agente antibacteriano, similarmente às partículas de prata e cobre, além de outras aplicações com o ouro voltadas para diagnósticos e terapias do câncer.

Já nos dias de hoje, este nobre metal também cresce cada vez mais no setor cosmético para tratamentos estéticos como rejuvenescimento e hidratação facial.

Leia mais: Nanopartículas funcionais e saúde

Nanociência e o ouro

Esta influência generalizada da nanotecnologia na indústria de cosméticos resulta do fato de que as formulações contendo partículas nanométricas têm propriedades mais desejáveis, ou seja, cores mais profundas, melhores transparências e maior solubilidade.

Nanopartículas em produtos cosméticos podem atuar como substâncias ativas, transportadoras, substâncias que melhoram a consistência, substâncias que aumentam a eficácia e agentes antimicrobianos.

As nanopartículas de prata e ouro, em particular, servem como ingredientes ativos em cremes, sabonetes, géis de banho, máscaras e outros cosméticos com atividades biocidas.

Graças à nanotecnologia, os elementos preciosos alcançam o nível celular, onde desempenham o papel da força máxima de cura e preservação, aliados à baixo custo, permitindo indústrias a inovarem em performance, graças ao avanço da nanotecnologia.

Baixe o E-book: Cápsulas naturais para encapsulação de fragrâncias, nutrientes e bactérias 

Nanopartículas de ouro como antimicrobianos

Nanopartículas de ouro dispersas em veículos específicos, atuam como excelentes biocidas para eliminar bactérias gram positivas e gram negativas  em curtos períodos.

Os materiais submetidos a testes continham partículas nano em ativos de superfície para eliminar as colônias presentes a partir de minutos.

Leia mais: A nanotecnologia como alternativa à contaminação hospitalar

Benefícios da nanotecnologia

O tamanho morfologicamente controlado é uma das características necessárias para garantir maior permeabilidade na pele, sem penetrar em corrente sanguínea.

As nanopartículas transportam princípios ativos que são rompidos através de gatilhos específicos na pele, sendo eles, enzimáticos, pH, diferença de temperatura e outros.

Além disso, esses produtos são capazes de se adaptarem às variações fisiológicas da pele e, de acordo com sua morfologia, não oferecem riscos de irritação na pele.

Baixe nosso e-book: O que é nanotecnologia?

Ouro aplicado em cosméticos

Produtos cosméticos consistem em formulações preparadas para serem aplicadas em diferentes partes externas, tais como pele, unhas e cabelo, a fim de proporcionar cuidado e sensação de bem-estar.

As nanopartículas de ouro quando aplicadas em formulações cosméticas melhoram o desempenho destes produtos, entregando cada vez mais funcionalidades aliadas às tendências do mercado.

Além disso, as nanopartículas se destacam pela capacidade de transportar ingredientes em menor quantidade, promovendo maior permeação nas camadas da pele ou do cabelo.

Sendo assim, a nanotecnologia consegue obter resultados em tratamentos estéticos de forma mais rápida e com mais eficácia.

Leia mais: Antimicrobianos em produtos de higiene pessoal, por que aplicar?

Nanopartículas de ouro melhoram a resistência do colágeno

Cientistas norte-americanos desenvolveram um novo método de ligação cruzada de nanopartículas de ouro a géis de colágeno para tratar o envelhecimento do rosto.

Preenchimentos dérmicos são implantes médicos ou enzimas injetáveis ​​para restaurar o volume natural da pele

Estes preenchimentos ajudam a suavizar rugas e linhas de expressão, criando uma aparência mais tonificada e luminosa.

As nanopartículas de ouro, de fato, tiveram alta reatividade com o meio, comportando-se como antioxidante e antimicrobiano.

Os mesmos cientistas utilizaram essas nanopartículas de ouro para melhorar a resistência do colágeno à degradação.

Continuaram a investigar a reação local do tecido e a longevidade das nanopartículas de ouro em géis de colágeno em estudos usando imagens.

Como resultado, os preenchimentos realizados mostraram manter seu volume por até cinco meses.

Deste modo, a nanotecnologia claramente abre novos caminhos para avanços em cosméticos.

Fornecendo novas formas de manipulação e caracterização da matéria em dimensões muito pequenas, garantindo estabilidade na formulação e resultados para o consumidor.

Leia mais: A nanotecnologia como alternativa à contaminação hospitalar

Benefícios do ouro para a pele

Algumas marcas de produtos de beleza afirmam que produtos à base de ouro ajudam na circulação sanguínea da pele.

Nanopartículas de ouro_TNS

Contudo, a maioria das formulações cosméticas utilizam o ouro em forma de dispersão coloidal.

Ou seja, as nanopartículas são dispersas em líquido e apresentam aspecto homogêneo, são minúsculas o suficiente para permear a camada certa da pele.

Além disso, o ouro pode possuir propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias.

Por isso, encontramos atualmente diversas marcas no mercado com produtos feitos com nanotecnologia e ouro.

Baixe nosso e-book: Nanotecnologia em cosméticos.

Mas funciona mesmo?

Sim, tratamentos com nanopartículas de ouro podem beneficiar a pele e podem ser comumente combinados com outros ingredientes para potencializar sua ação.

Alguns ingredientes comuns adicionados ao ouro que o tornam ainda mais eficaz são:

– PEPTÍDEOS

Os peptídeos são aminoácidos naturais que constituem as proteínas da pele.

Ajudam a reparar os danos causados pelo sol e o aspecto envelhecido, melhorando a função natural da barreira da pele.

– ANTIOXIDANTES

Os antioxidantes são os que estão mais em alta no momento, a vitamina C é responsável por neutralizar a ação dos radicais livres, uniformiza o tom da pele, é um excelente ativo para redução de manchas e deixando a pele com aspecto mais luminoso.

– ÁCIDOS 

Os AHAs, como o ácido glicólico e o ácido láctico, são muito utilizados em tratamentos de  peelings, pois possuem ação regeneradora da pele.

Auxiliam no tratamento para acne, cicatrizes, manchas escuras e manchas senis.

– GLICERINA

Perdemos naturalmente água no corpo e a glicerina melhora a função de barreira protetora da pele, impedindo a perda de água e protegendo contra irritações.

– ÁCIDO HIALURÔNICO

Esta substância, produzida naturalmente pelo seu corpo, liga-se à água.

Aumenta a hidratação da pele e diminui o aparecimento de rugas e linhas de expressão.

As nanopartículas em ouro coloidal também deixam a pele mais tonificada, dando imediatamente um aspecto mais luminoso.

Leia mais: Antimicrobianos em produtos de higiene pessoal, por que aplicar?

TNS Care

Com base em pesquisas aplicadas, o time da TNS tem  como propósito, se relacionar com a indústria e através da inovações,  entregar diferencial, e qualidade aos seus clientes.

O setor de cosméticos tem demandas constantes por novidades e inovação. E nisso a TNS Nano pode ajudá-lo! Saiba como levar mais tecnologia, eficácia, rápidos resultados e sofisticação aos seus produtos.

Gostou do post?

Então deixe seu comentário e não esqueça de compartilhar nas suas redes sociais!

Acesse mais conteúdos exclusivos inscrevendo-se no nosso canal do YouTube, acompanhando nosso blog e seguindo a TNS no LinkedIn, Facebook e Instagram.