Página inicial | Desafios regulatórios: Como se adaptar à restrição da Prata na Indústria Têxtil

Desafios regulatórios: Como se adaptar à restrição da Prata na Indústria Têxtil

Desafios regulatórios: Como se adaptar à restrição da Prata na Indústria Têxtil

Na indústria têxtil, o equilíbrio entre moda e segurança é uma busca constante.

Neste segmento de mercado onde normalmente os produtos entram em contato direto com a nossa pele, é essencial garantir que os materiais usados sejam seguros e livres de substâncias prejudiciais.

A prata, que há muito tempo é reconhecida por suas propriedades antimicrobianas, vem enfrentando restrições em alguns mercados e países.

Recentemente, a Agência Europeia de Produtos Químicos (ECHA) tomou uma decisão significativa.

Ela removeu a nanoprata de sua lista de substâncias ativas autorizadas no regulamento BPR quando aplicada a produtos biocidas e artigos beneficiados, incluindo têxteis e polímeros, devido ao não cumprimento de metas administrativas no processo burocrático para sua aprovação.

E agora?

Vamos desvendar o mistério por trás da autorização de ativos antimicrobianos, mas com status regulatórios variados, e compreender como suas aprovações podem influenciar o futuro da moda e da segurança na indústria têxtil.

Baixe nosso e-book: Neobent, aditivo para controle de odor em têxteis

Importância e relevância das decisões dentro do REACH & BPR

A indústria têxtil desempenha um papel fundamental na economia global, fornecendo roupas e tecidos para milhões de pessoas em todo o mundo.

No entanto, essa indústria também enfrenta desafios relacionados à segurança do consumidor e à proteção ambiental.

As regulamentações da Agência Química Europeia (ECHA), como o EU REACH e o BPR, são essenciais para garantir a segurança e a transparência ao longo da cadeia de suprimentos têxtil.

Cumprir essas regulamentações é crucial para acessar o mercado da União Europeia e influencia as práticas globais de gestão de produtos químicos devido ao peso econômico da UE e suas regulamentações de referência para o mundo todo.

Leia mais: 3 dicas para não errar na escolha do seu fornecedor de aditivos antimicrobianos

Restrições no Uso de Prata e Oportunidades com Outros Materiais

Em nosso panorama sobre o uso de ativos biocidas na indústria têxtil, é imperativo permanecer atento às restrições e incertezas que cercam substâncias como a prata e seu impacto no mercado têxtil.

Enquanto a regulamentação impõe restrições à prata, não significa que a indústria têxtil esteja sem alternativas viáveis.

Um portfólio bem-sucedido de aditivos químicos pode superar essas limitações e oferecer soluções eficazes e seguras.

É aqui que os outros materiais como o zinco ativo e outras opções livres de metais entram em jogo.

Versatilidade e segurança no uso de ativos para acabamento em têxteis antimicrobianos

A regulação de ativos à base de prata e outros metais é um ponto de interesse fundamental no contexto da indústria têxtil.

A prata e o cobre são ativos biocidas que receberam autorização com base em seus peticionamentos iniciais, abrangendo diversos tipos de produtos (PTs - product types) com finalidades específicas.

No entanto, é crucial notar que essa autorização, no mercado europeu, não permite seu uso amplo e irrestrito em todas as áreas.

A natureza dinâmica do cenário regulatório significa que a aprovação ou rejeição final de uma substância ativa pode ser influenciada pela evolução do conhecimento científico, desistência do peticionante (“participant withdrawal”), novos dados ou mudanças nos requisitos regulatórios.

Leia mais em: Nanotecnologia: do invisível ao visível

Novas soluções livre de metais para a indústria têxtil

Enquanto muitos ativos à base de prata não são mais autorizados, ou estão aguardando decisões oficiais, a TNS Nano está comprometida em propor aos seus clientes produtos que estejam de acordo com as dinâmicas mudanças regulatórias.

Reconhecemos essas mudanças, mas também as abraçamos. Nossa dedicação em oferecer alternativas seguras e eficazes nos permite alinhar nossos produtos com os requisitos regulatórios, preconizados por ícones do setor como OEKO-TEX, Nike, Adidas, AFIRM Group e ZDHC e suas listas de substâncias restritas.

Baixe nosso e-book: Acabamentos têxteis antibacterianos, antifúgicos e antivirais.

Nosso compromisso...

A TNS Nano investe em tecnologias de ponta para levar aditivos de qualidade que agregam valor e diferencial para os produtos dos nossos parceiros.

Além disso, a sustentabilidade é um dos nossos pilares principais.

Nossas soluções são elaboradas seguindo os princípios da Química Verde, por exemplo: mapeamos e compensamos o consumo energético e emissão de gases do efeito estufa e realizamos a gestão inteligente dos resíduos.

Leia mais: TNS Nano: Por que somos sustentáveis?

Gostou do post?

Então deixe seu comentário e não esqueça de compartilhar nas suas redes sociais!

Acesse mais conteúdos exclusivos inscrevendo-se no nosso canal do YouTube, acompanhando nosso blog e seguindo a TNS no LinkedIn, Facebook e Instagram.

Admin TNS
planta

Fale com nossos especialistas e saiba como juntos podemos inovar seu negócio.

Fale com Especialista

Artigos Relacionados

"Com espumas antimicrobianas aplicadas em calçados, se prolonga o t...
Bem-vindo a uma jornada intrigante no coração da moda e da ciência,...
Na indústria têxtil, o equilíbrio entre moda e segurança é uma busc...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram